Notícias - Destaques

NO SENADO, A CORJA DOS PATRÕES AVANÇA CONTRA OS DIREITOS DOS TRABALHADORES

No dia 04 de setembro a maioria dos senadores da Comissão de Constituição e Justiça no Senado Federal aprovou o texto que será encaminhado para o plenário do Senado, que tem como objetivo acabar com o direito à aposentadoria para maioria dos trabalhadores. É o mesmo projeto votado pela maioria da Câmara dos deputados, acompanhado de uma PEC paralela para incluir servidores dos estados e municípios também nessa desumana reforma da Previdência.

Os senadores que aprovaram o texto, que vai para votação no plenário do Senado, tentam enganar os trabalhadores, dizendo que corrigiram propostas vindas do governo federal que impunham auxílios previdenciários abaixo do salário mínimo para quem recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e para pensões por morte; a verdade é que votaram a favor de acabar com direito à aposentadoria e à Seguridade Social para a maioria dos trabalhadores, enquanto mantiveram impunes as empresas que devem bilhões para a Previdência.

A desumana reforma da Previdência agora segue para votação no Plenário do Senado e para enfrentar esse ataque é preciso fortalecer a luta em cada local de trabalho e nas ruas. Só colocando a indignação em movimento é que vamos conseguir derrotar esse governo que à serviço dos patrões que exterminar os direitos da classe trabalhadora.

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza reunião deliberativa para análise da PEC 6/2019, que modifica o sistema de previdência social.nnMesa:npresidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB-MS); nrelator da PEC 6/2019, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).nnFoto: Pedro França/Agência Senado

Jornal da Categoria