Notícias - Destaques

UM ANO DE MUITA TRISTEZA E ATAQUES CONTRA OS TRABALHADORES, MAS FIRMES SEGUIMOS NA LUTA EM DEFESA DOS DIREITOS E DA VIDA

O ano de 2020 está marcado por uma tragédia jamais vivida nos últimos 100 anos, uma pandemia provocada pelo novo coronavírus que já matou mais de 1 milhão de pessoas e contaminou milhões mundo a fora.

O número de mortos e contaminados aumenta a cada dia por conta da ganância dos empresários que mantêm os trabalhadores aglomerados nos locais de trabalho.

Também no Brasil com a ajuda do governo Bolsonaro os patrões se aproveitam da pandemia para diminuir salários, atacar direitos e aumentar as demissões.

Bolsonaro fez medidas que liberaram os patrões para diminuir salários, suspender contratos e continuar com as demissões. Além disso garantiu a desoneração da folha de pagamento para várias empresas, ou seja, enquanto os trabalhadores amargam a redução de salário e mais demissões, os patrões comemoram seus lucros.

Atacam os salários, os empregos e a vida: a grande maioria dos locais de trabalho continuou a funcionar como se não existisse uma pandemia o resultado disso é dia após dia mais trabalhadores contaminados e doentes por causa da COVID 19.

Bolsonaro não tem nenhum respeito pela dor de milhões, prova disso é que desde o início da pandemia chamou essa grave doença de gripezinha, sempre foi contra o isolamento, única forma de diminuir a contaminação e agora tenta de tudo para atrapalhar a vinda da vacina, ou seja ele não tem nenhum respeito pela vida da classe trabalhadora.

FIRMES NA DEFESA DOS DIREITOS E DA VIDA

Em defesa dos salários e empregos: desde que o governo Bolsonaro impôs as Medidas Provisórias que permitiram aos patrões reduzir salários, suspender contratos e continuar a demitir, o Sindicato com firmeza garantiu em várias empresas Acordos emergenciais diminuindo a perda salarial dos trabalhadores que tiveram redução de jornada e contratos suspensos.

Em defesa da saúde e a vida: fizemos várias denúncias aos órgãos de fiscalização mostrando que a situação dentro das fábricas aumenta o risco de contaminação pelo novo coronavírus e seguimos cobrando das empresas as providências para proteger a saúde dos trabalhadores como a realização de testes, afastamento de todos que tiveram contato com quem adoeceu entre outras medidas.

Para garantir que essas exigências sejam cumpridas é preciso além da pressão da direção do Sindicato, juntos ampliarmos a mobilização em cada fábrica.

FIRMES NA CAMPANHA SALARIAL LUTANDO PELA MANUTENÇÃO DOS DIREITOS E POR AUMENTO DOS SALÁRIOS

As campanhas salariais organizadas pelo Sindicato além de lutar para garantir o devido aumento salarial tem sido a luta para manter os direitos dos trabalhadores que os patrões insistem em acabar principalmente a partir de 2017 após a aprovação da reforma trabalhista.

O Sindicato disse não para todos as propostas absurdas dos patrões que tentam retirar direitos como a estabilidade para os trabalhadores vítimas de doenças e acidentes provocados pelo trabalho e nossa luta segue contra o arrocho salarial e por melhores condições de trabalho.

2020 está acabando, mas a luta vai continuar e se fortalecer em defesa da vida e dos direitos: é na nossa união e firmes para lutar que vamos enfrentar esse momento tão difícil em que patrões e governos tentam passar por cima de nossos empregos, direitos e atacam nossas vidas.

Jornal da Categoria