Notícias - Destaques

NO 8 DE MARÇO MILHARES OCUPAM AS RUAS EM DEFESA DOS DIREITOS E DA VIDA DAS MULHERES E DO CONJUNTO DA CLASSE TRABALHADORA

O dia 8 de março foi marcado por intensas mobilizações: assembleias, paralizações, passeatas e atos em várias cidades do país, denunciando a violência contra as mulheres e o feminícidio, o ataque dos patrões e do governo Bolsonaro contra os direitos do conjunto da classe trabalhadora, com o aprofundamento da reforma trabalhista e com sua Reforma da Previdência, que ataca a todos os trabalhadores, principalmente as trabalhadoras.

Mais um 8 de Março que marca que a luta das mulheres trabalhadoras é uma luta do conjunto da classe, esse é o significado do 8 de Março. Não é dia de festa, é dia de luta.

Gerações de nossa classe que vieram antes de nós lutaram para garantir o direito que temos hoje e a luta segue para enfrentar os patrões e o governo Bolsonaro que estimula o ódio e o preconceito contra as mulheres, negros, LGBT’S e tenta impor sua desumana reforma da Previdência para agradar os ricos e atacar nossa classe, principalmente as mulheres.

O 8 de Março é mais um passo que impulsiona o DIA 22 DE MARÇO, DIA NACIONAL DE LUTA CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA rumo a construção da GREVE GERAL.

O 8 DE MARÇO É NOSSO, É O DIA INTERNACIONAL DE LUTA DAS MULHERES TRABALHADORAS, UMA LUTA QUE ATRAVESSA A CERCA DAS NAÇÕES E É DO CONJUNTO DA CLASSE TRABALHADORA.

Jornal da Categoria