Notícias - Destaques

Trabalhadores na Eaton atrasam produção em defesa da Convenção Coletiva e de aumento real no salário

Nesta quinta-feira (29), os trabalhadores na produção da Eaton, empresas de autopeças instalada em Valinhos, atrasaram a produção em 1 hora para participar da assembleia da Campanha Salarial.

Os trabalhadores estão entendendo a necessidade de se organizar e lutar para garantir o acordo coletivo de trabalho, com a manutenção da Convenção Coletiva e de todos os direitos nela contidos, e aumento real de salário, já que a Eaton, que é uma das empresas que determinam a política do Sindipeças, insiste em dizer que está em negociação com o sindicato patronal, o que não é verdade.

Aliás, pelo Sindipeças, e pela Eaton, seria repassada apenas a inflação, ou seja, zero de aumento real, e ainda a retirada de direitos como a redução do adicional noturno, do auxílio creche e do direito à ausência justificada; e o fim do Plano de Cargos e Salários, do piso salarial e da estabilidade até a aposentadoria aos adoecidos pelo trabalho.

Portanto, a participação massiva dos trabalhadores na assembleia demonstra resistência a essa política de arrocho salarial e retirada de direitos mantida pela Eaton.

Todos à luta por melhores salários e condições de trabalho!

Jornal da Categoria